fotonoticia 191021 Entrega Poj Executivo Plano Carreira Magisterio BC31O Governo do Estado protocolou na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc) o projeto de reajuste da tabela do magistério, valorizando a qualificação dos professores. Ao mesmo tempo, o Governo vai investir em bolsas de pós-graduação aos profissionais, garantindo a oportunidade para a progressão na carreira. A proposta beneficia mais de 77 mil servidores. A proposta foi apresentada pelos secretários de Estado da Casa Civil, Eron Giordani, da Educação, Luiz Fernando Vampiro, e da Administração, Jorge Tasca.

“Em 2022, vamos investir mais de R$ 1 bilhão na valorização dos professores com a política de remuneração mínima e o reajuste da tabela do magistério. O reajuste da tabela se soma aos investimentos nas bolsas de pós-graduação para que os professores se especializem e obtenham títulos de mestres e doutores. Assim asseguramos as condições para que os profissionais progridam na carreira, qualificando a educação catarinense como um todo”, afirma o governador Carlos Moisés.

A proposta foi construída com a participação dos deputados que compõem a comissão mista da Assembleia Legislativa que trata da revisão salarial dos servidores públicos estaduais. O projeto apresentado garante um reajuste mínimo de 10% da tabela. Os reajustes mais significativos foram concedidos aos profissionais com mestrado e doutorado, que terão incrementos de 28,8% a 56,4%. A mudança se aplica também aos servidores inativos.

“A qualificação do professor é um benefício para os docentes, os alunos e toda a sociedade. É plantar uma semente pensando no futuro da educação catarinense. Por isso, estamos incentivando esse processo com a valorização financeira e com a criação de bolsas de especialização, mestrado e doutorado para os nossos professores”, destaca o secretário de Estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro.

O reajuste beneficia 19.520 servidores ativos, 27.955 inativos e 30.208 admitidos em caráter temporário, totalizando 77.683. Com isso, o salário final da carreira de um professor doutor passa dos atuais R$ 7.084 para R$ 11.086, já a partir de janeiro de 2022, após a aprovação da proposta.

Oportunidades para a progressão na carreira

Na semana passada, o governador Carlos Moisés anunciou investimento de R$ 15,5 milhões para a qualificação dos profissionais da educação de Santa Catarina. A iniciativa inclui 1,1 mil bolsas de pós-graduação para professores, contemplando especialização, mestrado e doutorado. Considerando as bolsas de pós-graduação concedidas desde o início do ano, o investimento chega a R$ 28,6 milhões com 1,8 mil beneficiados.

Na ocasião, o governador e o secretário Vampiro também anunciaram a criação de uma política de formação continuada em serviço para os professores catarinenses, que prevê um auxílio financeiro de R$ 40 por hora para participarem de formações. No caso de 20 horas, o valor pago aos profissionais pode chegar a R$ 800. O objetivo é criar uma política permanente de formação continuada, reunindo ações que atualmente são pontuais.

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: Secretaria de Estado da Casa Civil | Acesso restrito